;
Acesso direto ao conteúdo

Artigos IDPH

 

Aprendizagem acelerada de línguas estrangeiras II: hipnose aplicada à educação

© Walther Hermann

Sinopse

Uma rápida apresentação dos resultados obtidos no nosso mais conhecido programa de treinamento: Aprendizagem Acelerada de Línguas Estrangeiras.

Contexto

Buscando ocupar a lacuna de ferramentas de apoio para pessoas que têm dificuldades de aprender ou bloqueios para falar idiomas estrangeiros, especialmente a língua inglesa, preparamos uma metodologia com alta taxa de sucesso para esse público e também para aqueles que desejam maior velocidade de aprendizado de idiomas.

Artigo

A prática da Hipnose aplicada à educação é diferente da Hipnose de palco (bastante conhecida pelas influências mentais, manipulação da vontade alheia e pelo pêndulo). É ainda diferente da Hipnose terapêutica que trabalha com regressões ou sugestões em estados semiconscientes de relaxamento ou totalmente inconscientes (menos utilizados atualmente).

A Hipnose Aplicada à Educação, ao contrário, serve para hiper-estimular as funções dos hemisférios cerebrais, principalmente do hemisfério cerebral direito, para que haja uma reintegração de estilos de processamento dos hemisférios cerebrais, condicionando assim a uma abertura dos canais de aprendizagem, desatrofiando os canais de percepção e fazendo com que a pessoa possa estar utilizando todo o seu aparato sensorial e todo seu potencial mental. Em momento algum a pessoa fica inconsciente do que esta acontecendo.

A Hipnose aplicada à Educação, atualmente chamada de Concentração Dinâmica, serve também para instalar o aprendizado profundo ou inconsciente, resgatar os aprendizados já adquiridos, isto é, trazer à tona arquivos de memória até então esquecidos e reativar processos de aprendizado. Um dos principais ganhos das pessoas que é o desbloqueio, além disso, com técnicas as pessoas aprendem como gerenciar os medos e impedir que muitas barreiras atrapalhem o desempenho em aprender uma língua estrangeira ou mesmo qualquer outro aprendizado.

A hiper-estimulação do hemisfério cerebral direito propicia à pessoa a possibilidade de criar uma nova identidade de falante da língua estrangeira, isto é, aprender a estar em primeira pessoa ao se expressar e começar a pensar no idioma, que é um dos maiores dificuldades que as pessoas têm quando vão estudar o inglês (ou qualquer outra língua estrangeira). Por exemplo, a pessoa pensa em português e fala em inglês, isso condiciona o cérebro a pensar em dois tempos, impossibilitando se chegar a fluência de alto nível do idioma.

Uma criança até os seis anos de idade não tem uma dominância de hemisfério cerebral estabelecida, trabalha com os dois simultaneamente, quando entra para a escola. Através de nossa cultura cujo estilo de processamento é quase totalmente de hemisfério esquerdo (pensamento lógico e cartesiano), a criança deixa de utilizar as percepções de cérebro direito e começa a criar alguns bloqueios, limites e medos que se alojam no inconsciente. Tudo isso promovido pela própria educação formal, e isso ao longo de toda nossa formação escolar.

Nosso trabalho serve como um "lubrificante" que faz com que os canais de aprendizado comecem funcionar de uma forma melhor e o indivíduo possa estar aprendendo cada vez mais rápida e mais naturalmente, servindo para qualquer pessoa. Pesquisas relacionadas com o cérebro humano constataram que quanto mais velhas as pessoas maior a capacidade de aprender, a não ser que elas tenham aprendido muitos bloqueios e limites.

Nosso programa de treinamento tem uma duração de 16 horas e é realizado em finais de semana, (sábado e domingo). Utilizamos técnicas de aprendizado nas quais a idéia essencial é o como aprender, utilizando a língua inglesa pra criar os cenários, trabalhando com ritmo, entonação e musicalidade da língua falada, partimos do pressuposto de que apenas 7% da comunicação é constituída as palavras, e são exatamente os outros 93% que desenvolvemos maior ênfase em nosso curso.

Aprenda a aprender e descubra a magia daquelas pessoas que aprendem sem nenhum esforço, de forma rápida e natural.

Conclusão

Mais algumas questões envolvidas no desbloqueio da aprendizagem de idiomas para complementar outros textos direcionados para diferentes graus de necessidade do mercado de idiomas.

comentários

 

[ Retornar ao Índice ]