;
Acesso direto ao conteúdo

 

Comunidade "Solidária ou Solitária"?

© José Luis Amancio

Nas últimas décadas com as mudanças no mercado de trabalho, a crise econômica e o avanço da violência nossa realidade mudou de maneira drástica.

Muitos de nós que temos mais de 30 anos ainda nos lembramos de como eram as coisas "antigamente":

  • As pessoas se reuniam muito mais freqüentemente e o contato "humano" era muito maior.
  • Os grandes eventos (futebol, carnaval, festas, passeios) eram marcados pela alegria e não por um grau tão grande de intolerância e desrespeito pela vida humana que as vezes termina em mortes ou feridos.
  • As famílias eram mais unidas e as tragédias que temos visto nos últimos meses não aconteciam assim tão corriqueiramente .

O "progresso" brutal e predatório que tivemos teve um preço muito alto , o qual estamos pagando e ainda não sabemos por quanto mais teremos que pagar.

As pessoas cansadas de esperar por ações de empresas ou do governo estão deixando de ser solitárias de tentar ser heróis anônimos cada um fazendo sua cota de boas ações ou de tentar mudar o mundo cada um com sua contribuição individual e começando a trabalhar numa escala organizada e global ,voluntária e solidária.

Exatamente, estou falando das ONGs (Organizações Não Governamentais) e do trabalho voluntário as quais estão unindo pessoas de países e línguas diferentes em prol de objetivos comuns.

Cada vez mais estamos vendo ,que " Fazer o Bem sem olhar a quem" ( o trabalho voluntário ) é uma coisa maravilhosa ,e que temos a força de muitos quando compartilhamos um ideal justo e comum .

Porém, temos que parar com a falsa idéia de que participar de um ONG ou fazer um trabalho voluntário é só para quem tem tempo. Pois sempre temos algum tempo e por menor que seja nossa contribuição, de gota em gota iremos encher um mar de solidariedade .

Acredito que temos a chance de mudar a realidade, reescrever a nossa história pessoal e coletiva .

O que falta é justamente nossa contribuição, devemos tentar ver como usar nossos talentos e a nossa disponibilidade de tempo para realmente fazer a diferença.

Graças a Internet existe uma visibilidade muito maior das iniciativas solidárias e voluntárias.

Portanto se você tem interesse e quer fazer a diferença, aqui vão alguns sites interessantes sobre o assunto.

Boa sorte e muito sucesso !

José Luis Amancio é economista, com extensão em Logística e Comércio Eletrônico,Pós Graduado na FGV, Articulista e Colunista de diversos sites, Administrador do Grupo Profissional de Finanças da revista VOCÊ S/A na rede - E-mail: financeir@globo.com .
comentários

 

[ Retornar ao Índice ]