;
Acesso direto ao conteúdo

 

El Dolor Inútil

A Dor Inútil

Dra. Teresa Robles

¿Sabías que hay dolores útiles y dolores inútiles?

Sabia que existem dores úteis e dores inúteis?

El dolor, dice la Organización Mundial de la Salud, es una experiencia subjetiva, que casi siempre tiene una base orgánica. Es decir, si alguien dice que algo le duele, hay que creerle, aunque no exista una razón "real", concreta, que explique el dolor. Tal vez hayas escuchado hablar que, algunas veces, después de haberle amputado un brazo o una pierna, la persona sigue sintiendo dolor, como si su miembro estuviera ahí. Este fenómeno se conoce como "miembro fantasma". Nosotros hemos encontrado que muchas veces tiene que ver con que la persona no ha aceptado todavía la pérdida de la parte que le amputaron, no se ha despedido de ella.

A dor, segundo a Organização Mundial de Saúde, é uma experiência subjetiva que quase sempre tem uma base orgânica. Isto é, se alguém diz que algo lhe doe, temos que acreditar, mesmo que não exista uma razão "real", concreta, que explique a dor. Talvez você tenha ouvido falar que, algumas vezes, depois de se ter amputado um braço ou uma perna, a pessoa continua sentindo dor, como se o seu membro estivesse ali. Este fenômeno é conhecido como "membro fantasma". Nos descobrimos que muitas vezes tem a ver com o fato da pessoa não ter aceitado a perda da parte que lhe amputaram, não se despediu dela.

El dolor es una señal de que algo está sucediendo en el cuerpo. Es un aviso de que hay tejidos que se están lastimando, órganos que no funcionan bien, para que resolvamos la situación y el daño se detenga. En este sentido, el dolor es útil. Además, el tipo de dolor es muy importante para diagnosticar de qué enfermedad se trata.

A dor é um sinal de que algo está acontecendo no corpo. É um aviso de que existem tecidos que estão reclamando, órgãos que não funcionam bem, para que resolvamos a situação e o dano não se prolongue. Neste sentido, a dor é útil. Além do mais, esse tipo de dor é muito importante para diagnosticar de que doença se trata.

Por esta razón, cuando sientas un dolor, aunque sea un "simple dolor de espalda", fíjate qué te está diciendo. Investiga a qué se debe, escucha esa llamada de atención y resuelve lo que sea necesario para tu salud. Por ejemplo, en el caso del dolor de espalda, cambia de posición y deja de cargar cosas pesadas o fíjate si estás tenso, tensa o contraído, contraida.

Por esta razão, quando sentir uma dor, mesmo que seja uma "simples dor nas costas", observe o que ela está dizendo. Investigue a que se refere, escuta essa chamada de atenção e resolva o que for necessário para tua saúde. Por exemplo, no caso da dor nas costas, troque de posição e deixe de carregar coisas pesadas, ou observe se você está tenso(a) ou contraído(a).

Otro dolor útil es, por ejemplo, un dolor de muela. Te avisa que tienes que atender esa muela. Pero ¿qué sucede cuando ya pediste cita con el dentista y la muela sigue doliendo? Ese dolor ya se convirtió en inútil. Ahí sí, ya puedes quitarlo con un analgésico o de cualquier otra manera.

Outra dor útil é, por exemplo, uma dor de molar. Avisa que você tem que atender esse molar. Mas o que acontece quando você já marcou hora com o dentista e o molar continua doendo? Essa dor já se transformou em inútil. Desta forma, já poderá tirá-la com um analgésico ou de uma outra maneira.

Hay personas que padecen dolores crónicos. Ya saben qué es lo que está sucediendo en su cuerpo, ya se están tratando y no pueden hacer nada más.

Existem pessoas que sobre dores crônicas. Já sabem o que está acontecendo com seu corpo, já estão se tratando e não podem fazer mais nada.

Algunos de esos dolores siguen siendo necesarios, por ejemplo, un dolor de columna que impide a la persona hacer movimientos bruscos que le causarían daños graves. Otros, ya se volvieron inútiles y, lo peor del caso, a veces también muy difíciles de controlar.

Algumas dessas dores continuam sendo necessárias, por exemplo, uma dor de coluna que impede a pessoa de fazer movimentos bruscos que lhe causariam danos graves. Outras, já se tornaram inúteis e, no pior dos casos, as vezes também muito difícil de controlar.

Me gustaría darte algunas ideas que pueden servirte para manejar mejor los dolores inútiles.

Gostaria de dar-lhe algumas idéias que possam servir para você lidar melhor com as dores inúteis.

Probablemente ya te has dado cuenta de que cuando estás haciendo algo que te interesa y absorbe tu atención o cuando estás acompañado, acompañada, percibes menos el dolor. Por esa razón, casi siempre aparecen los dolores en la noche, en la cama, cuando ya no estamos haciendo nada y nos disponemos a dormir.

Provavelmente você já tenha se dado conta de que quando está fazendo algo que interessa e absorve sua atenção, ou quando está acompanhado(a), você percebe menos a dor. Por essa razão, quase sempre aparecem as dores à noite, na cama, quando já não estamos fazendo nada e nos dispomos a dormir.

Si tienes un dolor crónico, y te sucede algo parecido, te propongo que, durante el día, te pongas a hacer algo que te interese y te guste. Si no se te ocurre nada qué hacer, ayuda a alguien que lo necesite. El Centro Mexicano de Filantropía (CEMEFI) tiene un programa que se llama MIRA y que propone cien maneras diferentes de ayudar, dando un poco de tu tiempo. Yo estoy segura de que alguna te va a gustar1.

Se você tem uma dor crônica, e algo parecido te acontece, proponho que, durante o dia, faça algo que te interesse e que você goste. Se você não tem idéia do que fazer, ajude alguém que precise. O Centro Mexicano de Filantropia (CEMEFI) tem um programa que se chama MIRA (veja) e que propõe cem maneiras diferentes de ajudar, dando um pouco de seu tempo. Eu tenho certeza de que alguma delas vai te agradar1.

Durante la noche, pon tu mente a trabajar en lugar de que se dedique a percibir el dolor. Ponla a trabajar recordando con todo detalle situaciones lindas en donde te has sentido como te quieres sentir o imaginando que ya estás viviendo como quieres vivir. Deja que toda tu atención se concentre en imaginar, recordar, disfrutando, mientras tú descansas. Descansas, mientras imaginas y recuerdas, incluso más que cuando estás durmiendo y, a veces, pasas automáticamente al sueño. Si te llegaras a despertar en la noche, con o sin dolor, ponte a imaginar otra vez.

Durante a noite, coloque sua mente para trabalhar em vez de se dedicar a prestar atenção à dor. Coloque-a para trabalhar recordando com todos os detalhes situações agradáveis, em que você tenha se sentido como queira se sentir, ou imaginando que já está vivendo como quer viver. Deixe que toda sua atenção se concentre em imaginar, recordar, desfrutando, enquanto você descansa. Descanse enquanto imagina e recorda, até mesmo quando esteja dormindo e, às vezes, passará automaticamente ao sonho. Se você chegar a despertar no meio da noite, com ou sem dor, comece a imaginar novamente.

¿Te has dado cuenta de que cuando estás relajada, relajado, tienes menos dolor y cuando estás tenso, tensa, más? Una forma muy sencilla de relajarte es: siente tu respiración con todo detalle, así como estás respirando, sin cambiar nada. No se trata de respirar más suave o más profundamente. Sólo siente el aire cómo pasa a través de tu nariz, o de tu boca, en un sentido, en otro. Tal vez puedas darte cuenta del sonido del aire entrando, saliendo, a través de tu nariz o de tu boca, o sentir su temperatura. Siente tu respiración dos o tres veces y verás cómo te vas relajando automáticamente.

Você se deu conta de que quando está relaxado(a) tem menos dor e quando está tenso(a) tem mais? Uma forma muito simples de relaxar é: sinta sua respiração em detalhes, assim como está respirando, sem mudar nada. Não se trata de respirar mais suave ou mais profundamente. Somente sinta o ar como passa através de seu nariz, ou de sua boca, em um sentido, e no outro. Talvez possa dar-se conta do som do ar entrando, saindo, através de seu nariz ou de sua boca, ou sentir sua temperatura. Sinta sua respiração duas ou três vezes e veja como você vai relaxando automaticamente.

¿Quieres otra idea? Cuando sientas un dolor inútil, fíjate: ¿de qué color sería? Siente tu respiración con todo detalle mientras imaginas cómo el aire entra, llega adónde está el color, lo barre y lo va sacando, una y otra vez... y fíjate ¿qué es lo que está apareciendo ahí donde tu respiración ya barrió el color? Observa qué sientes en donde antes estaba ese color. A veces puede quedar adolorido, pero lo adolorido es la señal de que ahí estuvo un dolor y ya se fue.

Quer outra idéia? Quando sentir uma dor inútil, observe: de que cor seria? Sinta sua respiração em detalhes enquanto imagina como o ar entra, chega onde está a cor, varrendo-a e tirando-a, uma e outra vez.... e observa: o que é que está aparecendo aí onde sua respiração já varreu a cor? Observa o que você sente onde antes estava essa cor. Às vezes pode ficar dolorido, mas o dolorido é o sinal de que ali estivera uma dor e já se foi.

¡Mucha suerte con estos ejercicios!

Tenha muita sorte com estes exercícios!

1 Si quieres ayudar, escribe a cemefi@cemefi.org. 1 Se quiser ajudar, escreva para cemefi@cemefi.org.

BALAZOS:

RECEITA:

el dolor es útil

a dor é útil

pon tu mente a trabajar

ponha sua mente para trabalhar

Dra. Teresa Robles

Diretora do Centro Ericksoniano do México e Doutora em Psicologia Clínica pela UNAM (México), em 1984. Dra. Teresa Robles é também responsável pelo primeiro mestrado em Hipnose no mundo. Mais informações no seu site http://www.hipnosis.com.mx ou pelos e-mail: cuernavaca@hipnosis.com.mx ou ensenanza@hipnosis.com.mx En Cuernavaca, Morelos - Av. Vicente Guerrero (esq. Nueva Alemania s/número) - Plaza Green local 3 Col. San Cristóbal - Tel.: 01 (777) 3115275 y 311 9533

Tradução adaptada para o português de Viviani Bovo

comentários

 

[ Retornar ao Índice ]